Sociedade

Greve IP. “Asseguradas perto de 50% das circulações previstas” para Lisboa

Trabalhadores da Infraestruturas de Portugal estão hoje em greve

A Infraestruturas de Portugal (IP), que se encontra esta quarta-feira em greve, informou que até às 10h00 foram "asseguradas perto de 50% das circulações previstas para o centro urbano de Lisboa e mais de 40% na zona urbana do Porto".

De acordo com fonte oficial da ferrovia, em declarações à Lusa, foram garantidos todos os comboios de mercadorias previstos nos serviços mínimos. "Mais se informa que está a ser assegurada a atividade do centro de controlo de tráfego, que promove todas as informações associadas ao tráfego rodoviário e a atividade das unidades móveis, que patrulham diariamente as estradas e prestam assistência aos automobilistas", disse a mesma fonte.

Recorde-se que a CP-Comboios de Portugal tinha informado que entre a meia noite e as 10h00 desta quarta-feira, circularam 143 dos 453 comboios programados, mas isto apenas nas linhas férreas de Lisboa e Porto.

Em Lisboa, fonte oficial da empresa referiu que circularam 104 comboios e no Porto 37.

A Fertagus esclareceu à Lusa que seis comboios, de um total de 43 previstos, foram suprimidos.

O Coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), José Manuel Oliveira, adiantou também à agência Lusa que cerca de 80 a 90% dos comboios foram suprimidos até às 08h00 de hoje.

O responsável disse ainda que está a ser registada uma adesão à greve por parte dos trabalhadores "muito significativa".