Politica

Caso Silvano. Ferro Rodrigues afirma que é preciso banir "comportamentos lesivos"

O presidente da Assembleia da República defende que estes comportamentos dos deputados "lesam a imagem" do parlamento

Ferro Rodrigues comentou o caso Silvano e garante que é necessário "banir os procedimentos lesivos da credibilidade de qualquer deputado" e que são os comportamentos destes que "lesam a imagem" do parlamento.

Em declarações ao Expresso, o presidente da Assembleia da República considerou que não devem haver alterações nos procedimentos técnicos do Parlamento para confirmar a presença dos deputados, uma vez que, “o que deve mudar são os comportamentos” destes, uma vez que são “lesivos da credibilidade” do Parlamento e também da democracia.

"O que há é que banir os procedimentos lesivos da credibilidade de qualquer deputado, dos grupos parlamentares e, consequentemente, da democracia representativa", disse Ferro Rodrigues.

O presidente da Assembleia da República reforçou ainda que "cada deputado é fundamentalmente responsável perante aqueles que o elegeram e perante os grupos parlamentares de que fazem parte". Ferro Rodrigues explicou ainda que não tem “poderes de inquérito e poderes disciplinares” sobre os deputados, uma vez que estes “são titulares de um órgão de soberania”, justificando assim que não pode ter uma maior intervenção para apurar a verdade relativamente a este caso.

Recorde-se que a deputada social-democrata Emília Cerqueira admitiu na última sexta-feira ter sido ela a responsável por registar a presença de José Silvano e afirmou que a troca de passwords é uma prática comum entre deputados.