Internacional

Ataque ao consulado chinês no Paquistão faz seis mortos

O grupo Exército de Libertação do Baluchistão já reivindicou o ataque

Um ataque contra o consulado chinês em Karachi, no sul do Paquistão, esta manhã de sexta-feira, fez pelo menos seis mortos.

"Três ou quatro homens armados entraram no consulado chinês e quando foram intercetados começaram a disparar sobre a polícia que protegia o complexo", disse Mohamed Ishfaq, porta-voz da polícia, à agência Efe.

O ataque foi entretanto reivindicado pelo Exército de Libertação do Baluchistão (ALB). "Lideramos o ataque e a nossa ação continua", disse o porta-voz do movimento, Geand Baloch, à AFP.

A zona de Baluchistão, uma das províncias mais pobres do Paquistão, tem sido palco de ataques quer de grupos armados islâmicos quer de rebeldes que defendem a independência da região. Por outro lado, a China é um dos aliados mais próximos do Paquistão, tendo investido mais de mil milhões de dólares no Corredor Económico China-Paquistão.