Politica

Luís Montenegro assume insatisfação com Rui Rio e falará em breve sobre o futuro do PSD

“O PSD assim não se vai conseguir afirmar”, disse o ex-líder parlamentar

Luís Montenegro assumiu, pela primeira vez, que o PSD tem de “mudar”, porque “assim não se vai conseguir afirmar”.

O ex-líder parlamentar do PSD anunciou, no programa Almoços Grátis, na TSF, que “muito em breve” falará sobre o “estado do PSD” e sobre o futuro do partido. “Entendo que este estado de coisas tem de acabar”.

As declarações feitas por Manuela Ferreira Leite sobre a convenção organizada pelo Movimento Europa e Liberdade foram o pretexto para as críticas do ex-líder parlamentar. O encontro reúne alguns dos maiores críticos da atual direção do partido e Ferreira Leite admitiu que prefere que o PSD tenha um resultado pior nas eleições do que “um rótulo que não lhe assenta”.

Montenegro considerou as afirmações feitas pela ex-líder “descabidas” e prometeu estar na linha da frente daqueles que se baterão contra os que “não se importam que o PSD seja um partido pequenino”.

Luís Montenegro assumiu, no último congresso do PSD, em fevereiro, que está disponível para ser candidato à liderança do PSD. "Não vou pedir licença a ninguém", disse.