Economia

2018 foi o ano de ouro para o imobiliário português

Estima-se que tenham sido vendidas 500 casas em Portugal, por dia. 

Entre janeiro e dezembro, forma vendidas 180 mil casas, um crescimento de 15% a 20% face ao ano anterior que em termos concretos se traduz em mais 25 mil do que em 2017.

Segundo estimativas do Dinheiro Vivo e da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), até setembro foram vendidas 132 mil casas. Por dia, estima-se que tenham sido vendidas 500 casas em Portugal. 

Desde 2009 que não se registavam números assim, um fenómeno também referido pelas empresas imobiliárias e confirmado pelo aumento da concessão do crédito à habitação pelos bancos que, até novembro, atingiu os 8,9 mil milhões de euros. 

A previsão dada pelas empresas à publicação é que de este ritmo continue a aumentar, assim como os preços, uma vez que no penúltimo mês do ano passado a avaliação das casas atingiu os 1215 euros por metro quadrado, um máximo histórico.