Vida

Dolores Aveiro é a rainha do Instagram em Portugal. Um post pode chegar aos 12 mil euros

Dolores Aveiro é um nome conhecido de quase todos. Com o crescimento da visibilidade de Cristiano Ronaldo, a família ganhou muito destaque e praticamente todos os elementos do núcleo Aveiro ficaram conhecidos também. 

Todos eles acabaram por fazer conquistas e são falados por isso. A mãe de Cristiano Ronaldo, por exemplo, conseguiu alcançar o título de rainha do Instagram: já tem 1,7 milhões de seguidores. Com isto, Rita Pereira foi atirada para o segundo lugar do pódio, com 1,1 milhões, e Cristina Ferreira acabou por cair para terceiro, apesar de ter alcançado já 948 mil. 

Fonte ligada a este mercado sublinha que “os valores dos influenciadores não estão tabelados, mas dependem muito do número de seguidores das páginas nas redes sociais, média de alcance e interações nas publicações. Todas essas métricas são importantes para definir” o valor que é pago por publicação. “Uma publicação nas redes sociais da Dolores Aveiro, com 1,7M, pode ter um valor entre 10 mil e 12 mil euros. Se for negociado em pacote para a mesma marca, poderá descer.” 

Ao saber que a mãe do futebolista é, na verdade, a atual portuguesa, a viver no país, com maior número de seguidores, o leitor pode questionar-se sobre o motivo. Se não sabe, dizemos-lhe que se percorrer esta página vai encontrar fotografias com os netos (muitas), amigos, selfies e não muito mais do que isto. Então, como consegue ser líder nesta rede social atualmente tão badalada? É possível tentar várias respostas. Cátia Ferreira, coordenadora da pós-graduação em Comunicação e Marketing de Conteúdos: Estratégias de Content Making para o Contexto Digital na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, tentou fazê-lo recentemente. Ainda que destaque que existem várias hipóteses, assume algumas. “A mãe do futebolista sempre teve um papel de destaque na sua carreira, apareceu, apoiou e deu a cara por CR7, e o próprio também nunca se inibiu de lhe dar destaque”, sublinhou a especialista ao “Observador”. Outra hipótese, e não incompatível com a anterior, é o facto de Dolores Aveiro ser “uma pessoa, não uma celebridade”. Ou seja, faz “partilhas normais que qualquer pessoa anónima pode fazer”. Até porque, relacionando com quem ocupa o segundo e o terceiro lugares do pódio, “nem todos podem vir a ser uma Cristina Ferreira ou uma Rita Pereira, mas muita gente pode ser mãe”. 

Ver esta publicação no Instagram

Feliz aniversário filho, que tenhas um dia feliz. Beijinhos

Uma publicação partilhada por Maria Dolores (@doloresaveiroofficial) a