Sociedade

Rede de apostas ilegais desmantelada pela GNR

GNR contou com a colaboração da Europol e da Eurojust

A GNR desmantelou esta sexta-feira uma rede de apostas desportivas ilegal que operava no Norte do país. A operação resultou na detenção de nove pessoas, enquanto 21 foram constituídas arguidas, indiciadas pelos crimes de “exploração ilícita de jogos e apostas online, associação criminosa e fraude fiscal qualificada”.

Em comunicado enviado às redações, a GNR explica que “a atividade criminosa desmantelada consistia na disponibilização, gestão, pagamento e cobrança de valores relativos a apostas desportivas, as quais eram efetuadas mediante o acesso a sites disponibilizados em estabelecimentos comerciais.

A operação "Showdown" envolveu 138 militares e contabilizou 41 buscas no Norte, vinte das quais a estabelecimentos comerciais, onde eram disponibilizados os acessos aos sites para a prática ilícita de apostas desportivas, cinco a empresas envolvidas na exploração de sites de apostas desportivas, quinze a domicílios e uma a um armazém que funcionava em apoio à atividade ilícita desenvolvida”.

“Em simultâneo, foram também realizadas buscas na Áustria e na Alemanha, locais onde se encontravam os servidores utilizados na exploração do jogo ilícito”, informa a nota. Além das detenções, foram também apreendidos dezenas de carros, quatro motociclos, 54 dispositivos informáticos de exploração de jogo ilícito e realização de apostas online, bem como sete máquinas de jogo. Procedeu-se também ao arresto de bens imóveis e contas no valor de perto de 300 mil euros.