Sociedade

SEF detém homem no Aeroporto de Lisboa por auxílio à imigração

O homem ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

DR  

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), deteve no Aeroporto de Lisboa, um cidadão proveniente de Dakar, por suspeita da prática do crime de tráfico de seres humanos. O suspeito foi  esta terça-feira ouvido em tribunal e foi-lhe decretada a medida de coação de prisão preventiva por auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos.

Segundo um comunicado do SEF, o homem de 27 anos, viajava acompanhado de uma mulher que identificou como sendo sua esposa. As suspeitas terão sido levantadas quando o alegado casal apresentou os documentos de viagem aos inspetores que após uma analise por parte da Unidade de Identificação e Peritagem Documental do SEF, “confirmaram-se os indícios de fraude documental”.

De acordo com o SEF foi ainda realizada “uma análise sumária ao telemóvel do arguido, tendo vindo a verificar-se alguns dados relacionados com os crimes em apreço”.

O SEF sublinha ainda que o “modus operandi” utilizado para o auxílio à imigração ilegal e para o tráfico de seres humanos “são semelhantes em muitos aspetos, o que dificulta a destrinça entre os dois tipos de crime”.

“Pode não ser possível distinguir entre tráfico e auxílio até que a fase de transporte/acompanhamento tenha terminado e a fase de exploração tenha começado”, explica a entidade.