Sociedade

ANTRAM vai processar Pedro Pardal Henriques

Em causa está uma entrevista dada à RTP

A Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) vai processar Pardal Henriques, representante do sindicato dos motoristas de matérias perigosas, por “declarações falsas”. Em causa está uma entrevista dada à RTP. Segundo a Antram, o advogado proferiu “afirmações falsas, gravemente difamatórias e injuriosas”.

André Matias de Almeida, advogado e porta-voz da Antram, garantiu que “as falsidades proferidas naquela entrevista são de tal forma graves que a Antram não poderá deixar de agir na defesa intransigente do bom nome das empresas que representa e que pagam os seus impostos”. Pedro Pardal Henriques argumentou que a associação não cumpriu os acordos assinados a 9 e 17 de maio com os sindicatos.

O Governo tem agora a tarefa de estabelecer os serviços mínimos relativos à greve marcada para o próximo dia 12 de agosto, uma vez que os sindicatos e a Antram não chegaram a um consenso. Os sindicatos queriam apenas 25% e a associação defendeu 70% de serviços mínimos durante a greve.