Vida

Shawn Mendes pede desculpa aos fãs por comentários racistas | VÍDEO

"Eu não tinha ideia de que teria 50 milhões de seguidores, o que não melhora nada. Peço desculpa pelo que disse e entendo o quão ofensivos eram essas publicações. Não há lugar para nenhum comentário como este, e estas palavras não representam a minha pessoa. Defendo a inclusão, igualdade e amor", confessou. 

O cantor Shawn Mendes pediu desculpas aos fãs por comentários que fez, através das redes sociais, em 2013, durante uma sessão de perguntas.

O artista fez várias publicações consideradas racistas por parte dos fãs e seguidores quando tinha 14 anos e ainda não era um cantor conhecido internacionalmente. Um dos exemplos foi quando Shawn Mendes partilhou uma fotografia de um amigo negro e na descrição apelidou-o de “nigga”, um termo considerado bastante ofensivo pela comunidade negra, visto ter sido uma expressão utilizada pelos norte-americanos, na época dos escravos, para se referirem aos negros como se estes fossem seres inferiores. 

Também no Twitter, o cantor lançou algumas polémicas. Numa publicação disse preferir raparigas brancas a raparigas negras. ““Raparigas da pele clara >>”, escreveu na publicação já eliminada. Mais tarde, chegou a dizer ser um “negro queimado” em resposta a outro tweet.  No Snapchat, Shawn Mendes também partilhou uma fotografia considerada ofensiva pelos fãs, onde está com o cabelo em pé. O artista escreveu na legenda “tenho um cabelo afro”.

O fã que questionou o artista disse compreender que as publicações já são antigas, no entanto, não percebe porque é que o cantor nunca abordou o assunto ou nunca reconheceu a situação.

Em resposta, Shawn Mendes diz ser necessário "seguir em frente"."Eu tinha amigos quando eu tinha 14 anos que usavam o meu telemóvel e publicavam coisas deles porque achavam divertido eu ter dois mil seguidores. Eles consideravam isso muito importante e decidiam publicar fotografias deles nas minhas redes sociais. Na altura, eu não me preocupava com isso" declara. 

"Eu não tinha ideia de que teria 50 milhões de seguidores, o que não melhora nada. Peço desculpa pelo que disse e entendo o quão ofensivos eram essas publicações. Não há lugar para nenhum comentário como este, e estas palavras não representam a minha pessoa. Defendo a inclusão, igualdade e amor", confessou. 

Muitos fãs utilizaram as redes sociais para criticar o pedido de desculpas do artista, visto este ter optado por culpar os amigos e não ter assumido a responsabilidade pelas publicações.