Sociedade

António Costa quer criar programa Erasmus Interior

Na ótica de Costa, existem jovens que vão com mais facilidade ao estrangeiro do que a Vila Real.

O programa Erasmus foi criado em 1987 com o objetivo de promover o intercâmbio de estudantes universitários da União Europeia. Este sábado, o primeiro-ministro António Costa avançou à agência Lusa que pretende criar uma nova versão deste programa: o Erasmus Interior para os jovens portugueses que "só conhecem a país da onda do surf". O objetivo? Que estes tenham a oportunidade de conhecer "outros territórios, saberes e espaços".

O secretário-geral do PS adiantou igualmente que "tal como tem sido fundamental na formação da nossa juventude, poderem estar um ou dois semestres no estrangeiro, a aprenderem outras línguas, costumes e outras gentes, é também fundamental que possam ter a oportunidade de conhecer outros territórios, outros saberes e espaços no nosso país" mencionou durante um comício em Vila Real.

Na ótica de Costa, existem jovens que vão "com mais facilidade ao estrangeiro do que a Vila Real" e o Erasmus Interior visa alterar o panorama do isolamento do interior para que "todos tenham a oportunidade" de conhecer Portugal.

Recorde-se que se encontra em vigor o Programa Almeida Garrett, "criado por iniciativa do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), tem como objetivo promover a qualidade e reforçar a dimensão nacional do Ensino Superior" através da mobilidade dos estudantes portugueses entre diversas universidades nacionais e do qual fazem parte instituições como a Universidade dos Açores, a Universidade da Beira Interior ou a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.