Economia

Governo prevê injeção de capital de 600 milhões no Novo Banco

Ainda assim, mantém o valor de 850 milhões de euros de empréstimos de médio e longo prazo ao fundo.

O Governo prevê para 2020 que o Novo Banco venha a precisar de uma injeção de 600 milhões de euros, que será realizada através do Fundo de Resolução.

Ainda assim, mantém o valor de 850 milhões de euros de empréstimos de médio e longo prazo ao fundo.

No documento apresentado, o Governo faz ainda as contas a um custo de 130 milhões de euros para conversão de ativos por impostos diferidos do Novo Banco.

Como medidas temporárias do lado da despesa, além da transferência de capital para o Novo Banco, estão a conversão em créditos tributários de ativos por impostos diferidos e a passagem do Fundo de Garantia de Crédito Agrícola Mútuo para o Fundo de Garantia de Depósitos, entre outras.