Politica

Abel Matos Santos demite-se da comissão executiva do CDS

Um comunicado da direção do partido será lançado ainda hoje, apurou o SOL.

O vogal da comissão executiva do CDS Abel Matos Santos apresentou esta terça-feira a demissão, avançou a RTP1. A demissão de Abel Matos Santos ocorre depois de terem sido conhecidos alguns comentários do político nas redes sociais, onde este elogia Salazar e o Estado Novo.

Após as frases terem sido conhecidas, a polémica instalou-se em volta de Abel Matos dos Santos. No entanto, o CDS veio a público defender o político e defender a sua posição dentro do partido.

"O CDS é fronteira de todos os extremismos, farol dos valores da democracia cristã, do humanismo personalista e do primado da dignidade da pessoa humana", afirma o partido num comunicado onde confirma a demissão de Abel Matos Santos.

"Na sequência da primeira reunião da sua Comissão Executiva, o CDS informa que Abel Matos Santos apresentou a sua renúncia ao cargo de vogal que ocupava neste órgão, não permitindo, deste modo, que as suas afirmações passadas possam suscitar dúvidas sobre a tradição política em que o CDS, inquestionavelmente, se insere", concluem.