Politica

Despejos em pleno surto de Covid-19? PAN questiona Câmara de Lisboa | Vídeo

Em causa estão denúncias feitas nas redes sociais.

O PAN questionou, esta segunda-feira, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) sobre as alegadas ações de despejo de várias famílias, incluindo crianças, em vários bairros sociais da capital, em pleno surto do novo vírus Covid-19, que foram denunciadas nas redes sociais, nomeadamente na página de Facebook da plataforma Stop Despejos. 

“O Grupo Municipal do PAN questionou a CML sobre estas medidas, que vê como irresponsáveis e incompreensíveis no contexto em que vivemos, em que se apela ao isolamento social e à prevenção.  Não podemos ignorar que a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de pandemia e que os casos de Covid-19 estão a aumentar diariamente em Portugal, tendo sido pedido a tomada de medidas que reduzam ao máximo o contacto social e que seja efetuado um isolamento voluntário e preventivo nas respetivas habitações”, realça o partido em comunicado.

Desta forma, o PAN diz ter questionado a CML “sobre se foi ponderada a possibilidade de suspenderem os despejos e que soluções tem a autarquia à disposição das famílias que foram recentemente despejadas”.

 “Numa altura difícil como a que vivemos, é incompreensível e até irresponsável que a Câmara Municipal de Lisboa continue com as ações de despejo. A saúde e a segurança das pessoas, incluindo das forças de segurança que foram mobilizadas para a execução da ação de despejo, especialmente num contexto de pandemia, tem de prevalecer sobre qualquer outro interesse público. Não se trata aqui de questionar a legalidade desta ação. Mas se num contexto normal já seria desejável que a autarquia acautelasse que as famílias têm uma solução de habitação alternativa, mais se impõe tal cuidado perante a situação de pandemia que vivemos atualmente.”, afirmou a deputada Inês de Sousa Real.