Sociedade

Juiz sorteado para julgar Rui Pinto pede afastamento

Paulo Registo solicitou escusa de intervir na tramitação e julgamento do pirata informático, “por existir suspeita sobre a sua imparcialidade”.

DR  

Paulo Registo, o juiz escolhido para julgar o processo de Rui Pinto, pediu esta segunda-feira escusa de intervir na tramitação e julgamento do pirata informático, “por existir suspeita sobre a sua imparcialidade”.

“Nos últimos dias, foram veiculadas informações na comunicação social e também nas redes sociais, conforme é do conhecimento público, que o presente processo tinha sido distribuído ao juiz signatário, que também está indigitado para integrar o coletivo que irá julgar o processo conhecido com e-toupeira e que mantém ligações ao Sport Lisboa e Benfica, com revelação pública de diversas fotografias e também de publicações nas redes sociais”, pode ler-se no despacho, de acordo com a Lusa. 

Além disso, o juiz diz ainda que existem suspeitas de que o processo foi-lhe distribuído intencionalmente com o objetivo de beneficiar a equipa de Bruno Lage, “clube do qual se afirma textualmente que é adepto apaixonado e ferrenho”. 

O Tribunal de Relação de Lisboa já recebeu o pedido de Paulo Registo e terá agora de pronunciar-se sobre o caso.