O Mundo em Calções

Não faltavam amigos a George Fulljames

No tempo do boxe bruto havia combates sem regras. George foi apanhado numa armadilha e assassinado a punhadas na cabeça.

Bertolt Brecht gostava de boxe. Ao ponto de escrever um poema maravilhoso chamado ‘Placa Comemorativa Para 9 Campeões do Mundo’. Bertolt também gostava de George Fulljames, embora este não tenha sido campeão do mundo. De facto foi até o primeiro não-campeão do mundo de pesos-médios, já que se viu derrotado no combate contra John Edward Kelly, mais conhecido por Nonpareil Jack Dempsey, no dia 30 de junho de 1884, em Great Kills, Staten Island, Nova Iorque, combate esse que foi o primeiro com luvas da história do boxe e o primeiro a atribuir tal título. Era o tempo do boxe bruto.

Fulljames caiu no esquecimento, apesar de Brecht e da sua sabedoria. «Há homens que lutam um dia, e são bons/Há outros que lutam um ano, e são melhores/Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons/Porém há os que lutam toda a vida/Estes são os imprescindíveis». O boxe podia ser bruto em 1884, mas não era certamente de borla. Havia uma medida, o London prize ring. Foi estabelecido por essa medida que Dempsey e Fulljames lutariam por um prémio de dois mil dólares. George não terá deixado de pensar na sua infância em Londres, no bar do pai que se chamava The Old Horseshoe e em todos os grandes gladiadores do boxe bruto que lá passavam os dias a encharcarem-se em cerveja como Tom Sayers, Jem Mace ou John C. Heenan. Dois mil dólares davam-lhe um jeitão. No 21.º round, a malta do canto de Fulljames atirou a toalha para dentro do ringue. Dava dó ver o que os punhos de Dempsey tinham feito à cara do seu adversário, mas mesmo assim Fulljames barafustou e garantiu que seria capaz de lutar durante mais uma hora se preciso fosse. No boxe bruto não havia limites para os rounds. Nonpareil Jack declarou-se a si mesmo Nonpareil: campeão do mundo indiscutível. Deu 50 dólares a George e foi-se embora.

Leia o artigo na íntegra na edição impressa do SOL. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.