Politica

Joacine questiona Governo sobre eventual retoma da ligação Lisboa-Madrid

A deputada não inscrita lembra que a não existência de uma opção ferroviária pode “constituir o fim de uma alternativa menos poluente e uma maior dependência do transporte", o que poderá colocar em causa a redução das emissões de gases até 2050.

Joacine Katar Moreira questionou, esta segunda-feira, o Governo acerca de uma eventual retoma de ligação ferroviária entre Lisboa e Madrid. A deputada não inscrita critico ainda a decisão tomada na quinta-feira pela RENFE, em que a transportadora rodoviária afastou a possibilidade de a ”curto-prazo” a ligação entre as duas capitais ser reposta. A ligação foi interrompida a 17 de março devido à pandemia de covid-19

"Acontece que esta ligação é um serviço conjunto entre a CP [Comboios de Portugal] e a RENFE, com despesas e receitas partilhadas, pelo que a decisão não pode ser unilateral. E muito menos quando se trata de serviço público", argumenta a deputada não inscrita, que lembra no documento que em 2021 se assinalará o Ano Europeu do Transporte Rodoviário.

No documento, Joacine questiona o Executivo quais as medidas que estão previstas ser tomadas pelas autoridades portuguesas e espanholas, de forma a contrariar a decisão tomada pela transportadora. A deputada não inscrita  questiona ainda se o Governo tem planos para “num futuro próximo” existir alguma ligação “rápida, adequada e competitiva” que ligue as duas cidades.

Por fim, lembra ainda que a não existência de uma opção ferroviária pode “constituir o fim de uma alternativa menos poluente e uma maior dependência do transporte", o que poderá colocar em causa a redução das emissões de gases até 2050.