Sociedade

Renovação das matrículas passa a ser automática para a maioria dos alunos

Problemas no Portal tornavam o registo das matrículas, cujo prazo terminava a 12 de julho, quase impossível. Governo fala em ataque informático.

O Ministério da Educação anunciou, esta terça-feira, que estão dispensadas as renovações de matrículas para a maioria dos alunos.

As matrículas vão ser processadas de forma automática, com exceção dos anos de início de ciclo, como o 5.º, o 7.º e o 10.º. Além destes casos, as situações de transferência de escola também ficam de fora da inscrição automática.

A informação foi avançada pelo Governo, através de um comunicado do Ministério da Educação. "Procedimento vem aliviar o fluxo do Portal das Matrículas e, por conseguinte, poder melhorar a acessibilidade da página, para quem tenha de efetuar a matrícula por essa via", lê-se no documento.

O ministério, tutelado por Tiago Brandão Rodrigues, adiantou ainda que o portal este em baixo e que foram registados "ataques informáticos de elevada complexidade”, que já estão a ser acompanhados pelo Centro Nacional de Cibersegurança, “que provocaram graves bloqueios no sistema".