Economia

Fernando Medina: "Pandemia pode resolver problemas da habitação" em Lisboa

O presidente da Câmara da capital acredita que diminuição do número de clientes do alojamento local pode perimitir que os programas renda segura e renda acessível vinguem, fixando mais famílias da classe média e jovens no centro da cidade.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, considerou que a pandemia de covid-19 pode transformar-se numa oportunidade para que a capital resolve alguns dos seus problemas nas áreas do acesso à habitação, congestionamento e poluição.

No debate Euragora 2020 “Turismo em tempos de Covid-19”, Fernando Medina recordou que uma das principais aposta da autarquia “é precisamente aproveitar a oportunidade que nos é dada pela dificuldade, que é o facto de os alojamentos locais não terem hoje clientes em número significativo, para alugarmos, arrendarmos esses alojamentos, para depois os podermos subarrendar a famílias das classes médias e aos jovens” – numa referência aos programas renda segura e renda acessível.

“Nós não podemos sair desta pandemia com os mesmos problemas que tínhamos à entrada da pandemia”, defendeu Fernando Medina. O presidente da Câmara de Lisboa considera que promover a habitação no centro da cidade é também reduzir os movimentos pendulares e, consequentemente, a poluição, pois as pessoas passam a utilizar menos o carro, deslocando-se a pé, de transportes públicos ou de bicicleta.