Desporto

Liga dos Campeões. Última chamada para os oitavos

Oito equipas ainda sonham com o apuramento para a fase a eliminar mas já só há vagas para metade. Fase de grupos vai fechar portas.

Esta quarta-feira vai ficar completo o quadro das 16 equipas apuradas para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões. A última jornada da fase de grupos ainda espera algumas decisões, com destaque para o Atlético de Madrid e Real Madrid. O FC Porto também vai entrar em ação, mas já com o passaporte para a fase seguinte garantido. Apesar disso, Sérgio Conceição garantiu que o jogo frente ao Olympiacos, de Pedro Martins, é para ganhar. “Nem a feijões gostamos de perder, imaginem na Liga dos Campeões”, disse o treinador portista, que só nesta edição já arrecadou mais de 60 milhões de euros para os cofres do dragão – os azuis-e-brancos encaixaram, recorde-se, 42 milhões de euros pela presença na fase de grupos depois de se terem sagrado campeões nacionais na época passada, alcançado entrada direta na prova, aos quais acrescentaram 9 milhões de euros pelo desempenho nos cinco jogos disputados (três vitórias, um empate e uma derrota) e 9,5 milhões de euros pela recente qualificação para a fase a eliminar.

Com 10 pontos, três atrás do líder Manchester City, o atual campeão nacional já sabe que irá fechar o Grupo C no segundo lugar.

Quem também ambiciona conquistar esse posto são os dois emblemas da capital espanhola. No Grupo A, o Atlético apura-se para a fase seguinte se evitar a derrota frente ao Salzburgo, na Áustria. Se perder, os colchoneros ficam no terceiro lugar do agrupamento e transitam para os 16 avos-de-final da Liga Europa: neste cenário, o conjunto austríaco junta-se ao já qualificado líder Bayern Munique na fase seguinte. Já o Lokomotiv não tem hipóteses de apuramento. Os russos ainda podem terminar no terceiro lugar (se vencerem o Bayern e o Salzburgo não vencer o Atlético).

O conjunto de Diego Simeone espera arrastar a alegria da Liga espanhola para a prova milionária: o conjunto de João Félix lidera a prova vizinha com 26 pontos e menos dois jogos que a segunda classificada Real Sociedad (25). Ao contrário do percurso na principal prova da UEFA, a caminhada imaculada até agora na competição caseira já é histórica, com o clube a apresentar a marca inédita de dois golos sofridos após 10 rondas disputadas. De resto, os colchoneros continuam a ser a única equipa que ainda não sofreu nenhuma derrota, registando 8 vitórias e dois empates.

Se no Grupo A só duas equipas ainda podem sonhar com os últimos bilhetes para os oitavos, já no Grupo B a discussão faz-se entre os quatro clubes: Mönchengladbach (8 pontos), Shakhtar (7), Real Madrid (7), Inter (5). O conjunto alemão apura-se se não sair derrotado do terreno dos merengues ou se a equipa de Luís Castro empatar com o Inter. A formação da Bundesliga termina no primeiro lugar do agrupamento se vencer e tem sempre garantida a terceira posição do agrupamento, ou seja a continuidade nas provas europeias. Por sua vez, o conjunto ucraniano garante a qualificação para os oitavos se vencer o Inter ou se os dois jogos do grupo terminarem empatados. O Shakhtar pode também terminar na liderança: para isso terá que vencer e esperar que o Mönchengladbach seja derrotado. Por outro lado, Luís Castro e companhia terminam em quarto se perderem e o Real Madrid empatar. Já a equipa de Zidane apura-se se vencer o Mönchengladbach, ou, noutro cenário, se empatar e o Shakhtar perder com o Inter. Os blancos terminam no primeiro lugar se vencerem e o Shakhtar não – e terminam em quarto se perderem e o Shakhtar também. Com vida mais complicada está o Inter, uma vez que só seguirá em frente se vencer o Shakhtar e o Real Madrid perder com o Mönchengladbach.

No Grupo D, a última vaga para os oitavos será ocupada pelo Ajax ou Atalanta. Com o Liverpool apurado e com a liderança do agrupamento garantida, os italianos apuram-se se evitarem a derrota frente ao Ajax; enquanto os holandeses só seguem em frente se vencerem na receção à Atalanta.

Fora das provas europeias está o Midtjylland. Os dinamarqueses chegam à última ronda da fase de grupos com um ponto e vão terminar no quarto lugar.