Internacional

Reino Unido encerra escolas e encerra exames até fevereiro

Os alunos dos ensinos preparatório, secundário e superior vão ter aulas online, pelo menos, até fevereiro.

O Reino Unido decidiu reforçar as medidas de confinamento, logo no início de 2021, para tentar travar a propagação da covid-19, encerrando as escolas para quase todos os alunos e cancelar uma grande parte dos exames.

Prevê-se que, pelo menos, até fevereiro os alunos dos ensinos preparatório e secundário vão ter aulas online, sendo apenas permitido o ensino presencial aos alunos com necessidades especiais e filhos de trabalhadores de serviços essenciais.

O encerramento de escolas é uma medida que afeta todos os alunos dos países do Reino Unido – Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte -, porém, a data para a reavaliação da medida é diferente para cada país.

Os exames, neste caso também os de acesso ao ensino superior, foram cancelados, sendo substituídos por uma avaliação contínua do aluno. Contudo, os professores avisam que, sem um guia de orientações mínimo, esta solução poderá causar disparidade nos critérios de avaliação.

Ainda com o objetivo de diminuir a propagação de novas infeções e principalmente pela nova variante que é considerada mais contagiosa, as universidades vão disponibilizar também o ensino virtual, pelo menos, até fevereiro.

Já as creches serão as únicas instituições que irão manter-se abertas para que os pais das crianças que as frequentam possam continuar a trabalhar, ainda que esta opção esteja a ser severamente criticada pelos especialistas.