Politica

A 'irregularidade' do recenseamento de Marcelo

Em declarações a este jornal, o recandidato presidencial menorizou a questão.

Marcelo Rebelo de Sousa, que vive em Cascais, está recenseado em Celorico de Basto, onde tem raízes familiares e foi até autarca.

Esta prática, no entanto, foi posta em causa, tanto por parte do próprio António Costa, que a categorizou, nas suas recentes comunicações ao país, como «uma violação da lei», como por Jorge Pereira da Silva, professor catedrático, que, em declarações ao Nascer do SOL, confirmou que poderá ser efetivamente uma situação irregular: «Mas seria como procurar uma agulha num palheiro», fruto da dimensão da lei eleitoral e da difícil fiscalização.

Em declarações ao Nascer do SOL, Marcelo Rebelo de Sousa menorizou a questão, afirmando ter residência em Celorico de Basto, e, consequentemente, utilizando esta residência no respetivo Cartão de Eleitor (CE).

Ao possuir um Bilhete de Identidade vitalício, que não indica a morada do cidadão, o PR realiza o ato eleitoral com acesso ao CE. Assim, e afirmando que é «legal» possuir várias residências e utilizar a mais apropriada no Cartão de Eleitor, o PR não vê qualquer irregularidade.