Sociedade

Dois jovens detidos por permanência ilegal em território nacional

"No âmbito de uma ação de policiamento, os militares da Guarda abordaram os dois indivíduos junto à fronteira, tendo apurado que se encontravam em viagem, deslocando-se a pé entre Portugal e Espanha", pode ler-se na nota emitida pela GNR.

O Comando Territorial de Bragança, através do Posto Territorial de Miranda do Douro, deteve, este domingo, dois homens de 18 e 27 anos por permanência ilegal em território nacional, no concelho de Miranda do Douro.

"No âmbito de uma ação de policiamento, os militares da Guarda abordaram os dois indivíduos junto à fronteira, tendo apurado que se encontravam em viagem, deslocando-se a pé entre Portugal e Espanha. Após solicitarem a identificação dos mesmos, foi estabelecido contacto com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), confirmando-se que lhes fora recusada a entrada no ponto de passagem da fronteira em Vilar Formoso e que os indivíduos tinham entrado em território nacional por ponto não autorizado, permanecendo assim ilegalmente em território português", pode ler-se no comunicado enviado às redações pela força de segurança.

Os suspeitos foram detidos e encontram-se nas instalações da GNR até serem presentes, esta segunda-feira, ao Tribunal Judicial de Miranda do Douro.

Recorde-se que desde 31 de janeiro, encontra-se em vigor o "autoconfinamento dos cidadãos portugueses em território nacional" e as fronteiras terrestres e marítimas voltaram a fechar-se, os voos estão restringidos e as regras sanitárias são apertadas para quem chega ao país.