Desporto

Portugueses brilham nos Europeus de atletismo

Portugal arrecadou três medalhas de ouro nesta competição.

Os europeus de atletismo de pista coberta foram terreno fértil para os atletas portugueses, que dominaram por completo a modalidade do triplo salto.

Patrícia Mamona, triplista do Sporting, venceu a final após alcançar a meta dos 14,53 metros, a apenas um centímetro de vantagem da segunda classificada, Ana Peleteiro.

Na mesma modalidade, mas na secção masculina, foi Pedro Pichardo, atleta luso-cubano que se estreou nas competições continentais, que acabou por levar para casa a medalha de ouro. Pichardo qualificou-se folgadamente, com um salto de 17,03 metros, logo na primeira ronda. Já na final, o luso-cubano conseguiu uma marca ainda melhor, atingindo os 17,30 metros e, consequentemente, vencendo a medalha de ouro.

No lançamento do peso, Auriol Dongmo, a luso-camaronesa que chegou a Portugal em 2017, conquistou também a medalha de ouro, após qualificar-se para a final com um lançamento de 18,55 metros. Nos lançamentos para as medalhas, a atleta, também do Sporting CP, alcançou a marca dos 19,34 metros, ao quinto lançamento, e arrecadou a medalha de ouro nesta modalidade - e a primeira da competição.

Fora dos pódios, mas ainda em posições importantes, ficaram Francisco Belo, Carlos Nascimento e Mariana Machado. Belo qualificou-se para a final do lançamento do peso com uma folgada distância dos restantes atletas, mas acabou por ficar em quarto lugar na final. Já Carlos Nascimento ficou em quinto lugar na final dos 60 metros, o seu melhor resultado de sempre em campeonatos europeus. Finalmente, Mariana Machado, que bateu o recorde nacional sub-23 na qualificação, acabou os 3000 metros em 11.º lugar.