Sociedade

Homem de 59 anos violou criança durante meses em Gaia

Criança foi inibida de denunciar abusos através de violência física e ameaças verbais. 

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 59 anos, pela presumível autoria de crimes de violação e abuso sexual de criança ocorridos desde outubro do ano passado, no concelho de Vila Nova de Gaia.

Segundo um comunicado da autoridade, emitido esta terça-feira, o arguido aproveitou-se do ascendente que tinha sobre a menor, “fruto da relação de afinidade existente”, e coagia a vítima por meio de violência física e ameaças verbais, “que a foram inibindo de fazer a denúncia dos abusos”.

“Comunicados os factos a esta Polícia, foram de imediato desenvolvidas diligências que permitiram recolher indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria, e que culminaram com a detenção do agressor”, informa a PJ.

O detido, operário da construção civil, com antecedentes criminais por crimes de tráfico de estupefacientes, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.