Desporto

António Costa reprova de forma "veemente" a criação da Superliga europeia

O primeiro-ministro recorreu ao Twitter para mostrar a sua posição acerca do assunto que está a destabilizar a ordem do futebol europeu. 

Depois de o ministro da Educação se mostrar contra a criação da Superliga europeia, António Costa também exprimiu a sua opinião em relação ao terramoto que surgiu no mundo do futebol europeu.

O primeiro-ministro recorreu à rede social Twitter para dizer que condena de forma “veemente” a realização desta competição.

"A proposta de uma competição de futebol no espaço Europeu organizada fora das instituições representativas do setor, nomeadamente as Ligas, as Federações e a UEFA tem de ser recusada sem nenhuma hesitação", afirmou Costa na sua publicação do Twitter.

"Como primeiro-ministro de Portugal coloco-me ao lado das instituições desportivas nacionais e internacionais que recusam de forma veemente, aceitar que tal competição aconteça. Os princípios da solidariedade, da valorização do resultado desportivo e do mérito não podem estar à venda", assinalou.