Sociedade

Amante de Rosa Grilo entregou-se às autoridades para cumprir pena de 25 anos de prisão

Advogado revela que António Joaquim "irá recorrer para as instâncias nacionais e internacionais para repor a absolvição que foi proferida pelo tribunal do júri do tribunal judicial da comarca de Lisboa Norte".


António Joaquim entregou-se, esta sexta-feira, num estabelecimento prisional para cumprir a pena de 25 anos de prisão a que foi condenado pela morte do triatleta Luís Grilo, em cumplicidade com a viúva, Rosa Grilo.

"António Félix Joaquim apresentou-se hoje, ao final do dia, num estabelecimento prisional, no âmbito do cumprimento da pena fixada pelo acórdão do Supremo Tribunal de justiça. Entretanto, irá recorrer para as instâncias nacionais e internacionais para repor a absolvição que foi proferida pelo tribunal do júri do tribunal judicial da comarca de Lisboa Norte [Loures]", afirmou o advogado Ricardo Serrano Vieira à agência Lusa.

Recorde-se que foi emitido, na quinta-feira, um mandado de detenção em nome do funcionário judicial. O documento ordenava que António Joaquim fosse “de imediato conduzido à prisão para cumprir a pena de 25 anos”, mas dizia ainda que o condenado não preenche os requisitos para ir para a cadeia de Évora, conforme tinha pedido o advogado.