Sociedade

Pilotos da TAP aprovam proposta sindical de não aceitar voos em folgas e férias

96% votaram a favor da proposta.


Os pilotos da TAP, reunidos em assembleia convocada pelo Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), decidiram este sábado, com votação esmagadora, não aceitar voos em folgas e em férias,

A informação foi confirmada, à agência Lusa, por fonte do SPAC, ao adiantar que 96% votaram a favor da proposta, 2% manifestaram-se contra a proposta e outros 2% abstiveram-se.

Sublinhe-se que o sindicato tinha apelado, no início da semana, para que os associados recusassem realizar voos em folga e férias e que não aceitassem “qualquer atividade que não esteja planeada", para combater o despedimento coletivo de 35 profissionais da TAP.

Na sequência do apelo, foi convocada uma assembleia para debater o despedimento coletivo e decidir sobre a proposta do SPAC.