Internacional

Mulher que trocou diamantes por seixos condenada a cinco anos e meio de prisão

A mulher de 60 anos tinha alegado que a verdadeira autora do crime era a sua irmã, que morreu, em 2019, num acidente de carro. Acabou por ser condenada por "conspiração para roubar".


Lulu Lakatos, a mulher de 60 anos que roubou sete diamantes, avaliados 4,2 milhões de libras [quase cinco milhões de euros], ao trocá-los por seixos, no Reino Unido, foi esta quarta-feira condenada a cinco anos e seis meses de prisão.

O caso remonta a 2016, quando Lulu Lakatos se fez passar por ‘Anna’, uma suposta especialista em joias enviada para avaliar os sete diamantes, após um negócio do presidente do grupo de joalharia de luxo Boodles, Nicholas Wainright, com dois empresários russos.

Na semana passada, durante o julgamento, Lakatos alegou que ‘Anna’ era a sua irmã, Liliana Lakatos, que tinha confessado que roubou o seu passaporte para cometer o crime. Liliana morreu, aos 49 anos, num acidente de carro, na Roménia, em outubro de 2019.

A irmã era procurada na Suíça por um crime idêntico: trocou um envelope com 400 mil euros por um semelhante preenchido com papel.

No entanto, Lulu foi considerada culpada de “conspiração para roubar” pela maioria do júri de um tribunal do Reino Unido, após nove horas de deliberações.