Politica

Bloco de Esquerda diz que está disponível para alterar o voto contra Orçamento

"Se o Governo tiver abertura para negociar sobre os pontos que temos neste momento em cima da mesa, teremos disponibilidade para rever o nosso voto na generalidade". 


O Bloco de Esquerda diz que está disponível para alterar o voto contra o Orçamento do Estado para o próximo ano (OE 2022) na generalidade. A garantia foi dada pela coordenadora do BE, Catarina Martins, depois de ter dito no domingo que "se até à próxima quarta-feira o Governo entender negociar o OE, o Bloco de Esquerda responderá com disponibilidade e clareza para as soluções que aumentam os salários, que protegem o SNS e que garantem justiça para quem trabalhou toda a vida. Se o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços, o Bloco de Esquerda responderá pela sua gente – pelo povo que trabalha e pelo SNS que nos orgulha – e votará contra o Orçamento do Estado para 2022. Não temos muito tempo, mas ainda há tempo”. 

O argumento voltou a ser repetido hoje: "Se o Governo tiver abertura para negociar sobre os pontos que temos neste momento em cima da mesa, teremos disponibilidade para rever o nosso voto na generalidade. O que esperamos é que possa existir esse sinal", afirmou Catarina Martins, minutos antes de o PCP revelar que vai votar contra a proposta do Governo para o Orçamento.