Internacional

Putin diz que vacina russa "neutraliza completamente a nova variante Omicron"

Presidente da Rússia destaca que "o nível de neutralização é muito elevado" e que a "Sputnik V garante cerca de 90% de proteção" contra a nova variante do vírus SARS-CoV-2.


O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, esta terça-feira, que a vacina russa contra a covid-19, a Sputnik V, “neutraliza completamente a nova variante Omicron”.

“Falei com o chefe do Instituto Gamaleya [Alexandr Ginzburg], eles investigaram e estabeleceram que a Sputnik V neutraliza completamente a nova variante Omicron", disse, citado pela agência de notícias espanhola EFE, ao discursar na cimeira informal da Comunidade de Estados Independentes (CEI), que decorre em São Petersburgo.

Putin sublinhou que Alexandr Ginzburg lhe disse há dias que uma resposta definitiva sobre a eficácia da vacina só será possível com o resultado dos estudos clínicos, mas, até agora, "o nível de neutralização é muito elevado" e a "Sputnik V garante cerca de 90% de proteção" contra a nova variante do vírus SARS-CoV-2.

Presente na cimeira, Anna Popova, chefe da Agência de Saúde russa, destacou que a variante Omicron está a substituir a variante Delta e a tornar-se dominante em vários países do mundo. Contudo, na Rússia tal não se verifica, uma vez que “desde o início existiram barreiras muito fortes” que impediram a entrada da variante no país.

Os comentários estão desactivados.