Desporto

Novak Djokovic compra 80% de uma empresa que está a desenvolver tratamento contra a covid-19

O empresário e CEO da QuantBioRes, Ivan Loncarevic, disse que o investimento foi feito em junho de 2020. 


O atual número 1 do ténis mundial, Novak Djokovic, adquiriu 80% de uma empresa de biotecnologia dinamarquesa QuantBioRes, que pretende desenvolver um tratamento para combater o vírus da covid-19, confirmou o chefe executivo da empresa à agência Reuters, esta quarta-feira. 

O empresário e CEO da QuantBioRes, Ivan Loncarevic, disse que o investimento foi feito em junho de 2020, no entanto o próprio recusou-se a dizer o montante pelo qual Djokovic pagou por aquela percentagem. 

Segundo Loncarevic, a empresa tem cerca de 11 investigadores a trabalhar a partir da Dinamarca, Austrália e Eslovénia,  para conceberem um tratamento contra a covid-19 e não uma vacina. A QuantBioRes, afirmou o empresário, está a desenvolver um peptídeo, que inibe o vírus de infectar a célula humana. Os ensaios clínicos do tratamento serão realizados no Reino Unido este verão, espera Ivan Loncarevic. 

A Reuters entrou em contacto com o porta-voz do tenista, mas não recebeu nenhuma resposta sobre este investimento. 

Esta confirmação surge depois de Novak Djokovic ser o centro das atenções na Austrália. O tenista viajou para aquele continente para participar no Open da Austrália, com um visto médico que viabilizava a sua entrada no país, uma vez que só podem entrar pessoas vacinadas contra a covid-19. Depois da polémica envolver o governo australiano e de chegar aos tribunais, o tenista foi deportado do país e ficou assim de fora do Open da Austrália, regressando ao seu país de origem, a Sérvia. 

Os comentários estão desactivados.