Sociedade

Detido em flagrante homem que ateava fogo florestal

O homem, de 43 anos, foi constituído arguido.


Um homem, de 43 anos, foi detido esta madrugada pela GNR de Valença pela prática do crime de incêndio florestal, tendo sido constituído arguido.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, citada pela agência Lusa, adiantou que a detenção ocorreu às 5h45, pelo Núcleo de Investigação Criminal, que já tinha o suspeito - um agricultor - "sob vigilância". O homem "sem antecedentes criminais, será presente hoje ao tribunal judicial de Valença para que lhe seja aplicação a respetiva medida de coação", disse a mesma fonte. 

Também uma fonte dos Bombeiros Voluntários de Valença afirmou que a corporação foi acionada pela GNR, para um incêndio que estava a ocorrer em Tuído, na freguesia de Gandra. "A temperatura baixa, a elevada humidade que se faziam sentir àquela hora da manhã e a pronta intervenção dos bombeiros permitiu rapidez na extinção das chamas, impedindo que o incêndio tomasse outras proporções".

 

Os comentários estão desactivados.