Internacional

Rússia não irá participar na sessão do Conselho de Direitos Humanos

"A delegação russa não vai legitimar, com a sua presença, este novo espetáculo político organizado sob a forma de uma sessão extraordinária", disse Zakharova, porta-voz da diplomacia russa. 

Rússia não irá participar na sessão do Conselho de Direitos Humanos

Maria Zakharova, porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros russo, informou esta terça-feira que a Rússia não irá participar na sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU, que terá como tema a "deterioração da situação dos direitos hurmanos na Ucrânia". 

"A delegação russa não vai legitimar, com a sua presença, este novo espetáculo político organizado sob a forma de uma sessão extraordinária", disse Zakharova, em comunicado. "Infelizmente, os nossos argumentos e esclarecimentos sobre os objetivos reais desta operação militar especial [na Ucrânia] e a situação real no terreno são completamente ignorados". 

A diplomata disse ainda ser "óbvio" que os russos também  "não seria ouvidos desta vez", classificando a sessão como "um novo movimento antirrusso do 'grupo Ocidente". 

O Conselho de Direitos Humanos da ONU vai organizar a sessão extraordinária, que terá lugar na quinta-feira, a pedido de Kiev e apoiada por outros 15 Estados-membros do Conselho Estaddos por mais de 35 países observadores. Será, note-se, a primeira reunião dedicada a este assunto desde que a Assembleia Geral da ONU suspendeu a Rússia, no início de abril, do máximo da organização internacional para os direitos humanos.

 

Os comentários estão desactivados.