Internacional

Secretária de Estado francesa investigada por violência sexual

Um dos casos terá acontecido enquanto a governante exercia como ginecologista. 


A governante francesa Chrysoula Zacharopoulo, está a ser investigada por violência sexual, anunciou esta quarta-feira a procuradoria de Paris. 

Zacharopoulou, de 46 anos, foi eurodeputada em 2019 e é secretária de Estado do Desenvolvimento, Francofonia e Parcerias Internacionais.

Os alegados atos terão sido cometidos no contexto da sua profissão enquanto ginecologista, revelou o semanário francês Marianne. 

Foram apresentadas duas queixas contra a secretária de Estado: a primeira a 25 de maio, tendo o inquérito sido aberto dois dias depois; a segunda, a 16 de junho, com factos que ocorreram "num contexto médico" em 2016, avançou fonte próxima do processo. 

Há ainda outros governantes franceses acusados de violência sexual, como é o caso do ministro do Interior, Gérald Darmanin, e do ministro da Solidariedade, Damien Abad.

O primeiro foi alvo de uma denúncia de violação, inicialmente considerada sem fundamento, mas entretanto relançada, tendo sido a causa do seu pedido de demissão no início de 2022.

O segundo doi acusado de violação, tendo a procuradoria de Paris dito que não ia abrir uma investigação preliminar estando o processo "tal como está".

 

Os comentários estão desactivados.