Economia

Multa da TAP reduzida para metade

TAP vai cancelar uma média de sete voos por dia até ao final do ano.


O Departamento de Transportes dos EUA (DoT) reduziu a multa à TAP, de um milhão para cerca de 550 mil euros, por atraso nos reembolsos a clientes no valor de 122 milhões por cancelamentos relacionados com a pandemia. A informação foi avançada pela companhia aérea à Lusa.

A empresa disse ainda que a  mão-de-obra foi reduzida em 90%, combinada com uma avalanche de pedidos de reembolso devido à covid-19, o que significou “que não fomos capazes de lidar atempadamente com os pedidos massivos e sem precedentes, que eram frequentemente complicados com reservas e sistemas de pagamento múltiplos”.

A companhia aérea disse também que contratou pessoal adicional, assim que foi financeiramente capaz de o fazer, e investiu na “implementação de soluções automatizadas para facilitar os reembolsos, que já foram, entretanto, todos pagos e contabilizados”.

“Levamos as regras do DoT muito a sério e estamos totalmente empenhados em cumpri-las. Fizemos esforços de boa-fé para processar reembolsos de clientes tão prontamente quanto possível durante as circunstâncias extraordinariamente desafiantes causadas pela covid-19”, sublinhou a TAP.

Recorde-se que a partir desta terça-feira e até ao final do ano, a TAP vai cancelar uma média de sete voos por dia. No entanto, alega um reajuste da operação de inverno, garantindo que as ligações canceladas vão ser de menor ocupação “e para as quais existam várias alternativas disponíveis na rede TAP ou em companhias parceiras”. Garante ainda que os passageiros afetados vão ser informados de forma atempada e que haverá voos alternativos.

Os comentários estão desactivados.