Internacional

Guerra na Ucrânia pode vir a ser uma guerra global, avisa secretário-geral da NATO

"É uma guerra terrível na Ucrânia. É também uma guerra que se pode tornar numa guerra total, que alastra para uma grande guerra entre a NATO e a Rússia", acrescentou, frisando que o Ocidente está a trabalhar "todos os dias" para evitar esse cenário. 


Jens Stoltenberg, secretário-geral da NATO, avisou esta sexta-feira que a guerra na Ucrânia pode aumentar ao ponto de se tornar uma guerra entre a Rússia e a NATO.  

“Se as coisas correrem mal, podem correr terrivelmente mal", referiu o líder da Aliança Atlântica, em declarações à estação norueguesa NRK. 

"É uma guerra terrível na Ucrânia. É também uma guerra que se pode tornar numa guerra total, que alastra para uma grande guerra entre a NATO e a Rússia", acrescentou, frisando que o Ocidente está a trabalhar "todos os dias" para evitar esse cenário. 

O líder da Noruega também alertou à imprensa que é importante evitar um conflito "que envolva mais países da Europa e se torne numa guerra travada na Europa." 

Recorde-se que Moscovo tem acusado os aliados da NATO de se tornarem efetivamente uma parte do conflito, nomeadamente apoiando Kiev com armas, treinamentos e apoiando a inteligência militar para atacar as forças russas. 

Ainda hoje, Putin defendeu que será necessário um acordo "no final" do conflito na Ucrânia, mas avisou que tem dúvidas sobre a confiança que Moscovo poderá depositar nos seus interlocutores. 

"No final teremos de chegar a um acordo. Já disse várias vezes que estamos prontos para essas negociações, estamos abertos, mas isso obriga-nos a pensar com quem estamos a lidar", realçou Putin. 

 

Os comentários estão desactivados.