Desporto

Transferências. Começou a corrida aos melhores jogadores

Com Cristiano Ronaldo confirmado no Al Nassr e Enzo Fernández a caminho do Chelsea anima-se a época de transferências. O euromilhões vai sair a alguns clubes.


Por João Sena

A janela de transferências de inverno é, por norma, calma. Só que este ano, por efeito do Mundial do Qatar e da estrondosa saída de Cristiano Ronaldo do Manchester United, promete ser bastante animada. O mercado de inverno abriu a 1 de janeiro ou no primeiro dia útil do mês, como é o caso de Portugal, e termina a 31 do mesmo mês. Mas há exceções, em Portugal fecha dia 2 de fevereiro e na Turquia dia 8. 

Sendo um jogador livre, Cristiano Ronaldo antecipou-se e assinou contrato por dois anos e meio com o Al Nassr. Não foi apenas mais um contrato (é o quinto clube que representa), é o maior contrato de sempre de um futebolista e vai ganhar 500 milhões de euros por duas épocas e meia. A imprensa saudita adianta que terá recebido ainda 100 milhões de euros de prémio de assinatura. Aos 37 anos, deixa a elite do futebol europeu e vai para um destino exótico, onde vai ganhar 200 milhões de euros por ano, entre salários, direitos de imagem e publicidade. Feitas as contas, dá qualquer coisa como 16,7 milhões de euros por mês, 3,8 milhões por semana e 547 mil por dia, o mesmo é dizer que recebe 22,7 mil euros a cada hora e que um minuto na vida de Ronaldo vale 378 euros. Não há Bola de Ouro que pague estes valores e muito menos os golos e os recordes na Liga dos Campeões - foram esses os grandes traumas de Ronaldo esta época. “Estou ansioso para experimentar uma nova liga num país diferente. A visão do Al Nassr é muito inspiradora e estou entusiasmado por juntar-me aos meus companheiros para que possamos ajudar a equipa a alcançar títulos”, foram as primeiras declarações de Ronaldo. Bem diferente era a sua visão em 2015, quando, numa entrevista a uma televisão, afirmou: “Quero acabar a carreira com dignidade. Não tenho interesse em jogar nos Estados Unidos, Qatar ou Dubai”, mas foi parar ao vizinho do lado... 

O novo reforço do Al Nassr chegou ontem a Riade, e a apresentação oficial, com toda a pompa e circunstância, tem lugar hoje, às 16 horas (hora portuguesa) perante convidados de luxo e milhares de adeptos. A estreia deverá acontecer na próxima quinta-feira frente ao Al-Tai, que é treinado pelo português Pepa. A chegada de Ronaldo está despertar enorme expectativa nos adeptos, no jogo frente ao Al-Khaleej, ao minuto sete, gritaram pelo seu nome e o famoso “Siiim”. O impacto é também enorme no Instagram. O clube tinha 860 mil seguidores, depois de anunciar a contratação de CR7 o número disparou para seis milhões. Desta vez, o futuro de CR7 não passou pelo super-agente Jorge Mendes, mas sim pelo Personal Manager do jogador, Ricardo Regufe. Mas não é só Ronaldo que fica a ganhar com esta transferência. O Nacional, o Sporting e o Manchester United vão repartir entre si 5% da transferência de acordo com o mecanismo de solidariedade da FIFA, que premeia os clubes que contribuíram na educação e formação do jogador entre os 12 e os 23 anos. 

O Al-Nassr ocupa o segundo lugar do campeonato saudita, com menos dois pontos do que o Al Shabab. Rudi Garcia é o treinador e conta com dois jogadores que passaram pelo campeonato português, Talisca (Benfica) e Aboubakar (FC Porto). 

Jogos de inverno Na reabertura de mercado há nomes sonantes que dava para fazer um ‘dream team’, com suplentes e tudo, vejamos: Messi e Sergio Ramos (PSG), Benzema, Modric, Kroos e Asensio (Real Madrid), Rabiot e Di Maria (Juventus), Jorginho e Kanté (Chelsea), Depay e Alonso (Barcelona), Firmino, Milner e Keita (Liverpool), De Gea e Phil Jones (Manchester United), Moutinho e Semedo (Wolverhampton), Giroud (Milan), Gundogan (Manchester City), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund), Dembélé (Lyon) entre muitos outros. A oferta é de grande qualidade e todos eles estão livres para escolher onde querem jogar na próxima época, é só uma questão de valores. A partir daqui todas as hipóteses são válidas e entramos na chamada ‘silly season’. O campeão do mundo e hepta vencedor da Bola de Ouro, Lionel Messi, termina o contrato com o PSG em junho. A imprensa francesa refere que vai prolongar a sua ligação por mais um ano, pois quer continuar num dos melhores campeonatos do planeta, mas há sempre convites especiais, nomeadamente dos EUA. 

O Real Madrid tem várias estrelas em final de contrato, e não parece preocupado com a saída de Modric, até porque já identificou os substitutos que podem ser Bellingham (Borussia Dortmund) ou Tielemans (Leicester), este último está livre a partir de junho. O croata recebeu um convite do Al Nassr, mas recusou. Kroos é outro que pode estar na porta de saída. Florentino Perez está determinado a contratar Kylian Mbappé a qualquer preço. A situação poderá não ser tão difícil quanto parece, já que em França as cláusulas de rescisão são proibidas, pelo que tudo passa por um acordo entre os dois clubes. O avançado do PSG tem contrato até 2025 e o dono do clube, Nasser Al-Khelaifi, fez saber que o jogador vale entre 300 a 350 milhões de euros! Pode, no entanto, haver uma conjugação de interesses que leve Mbappé para Madrid, é que o PSG quer o defesa dos merengues Ferland Mendy, que tem uma cláusula de 250 milhões de euros. 

Há jogadores que podem sair em janeiro mediante o pagamento da cláusula de rescisão ou de um acordo entre o jogador e os clubes. É precisamente isso que pode tirar Enzo Fernández do Benfica. O Chelsea está disposto a pagar a cláusula de rescisão de 120 milhões de euros, as negociações entre o agente do jogador, o Benfica e o clube inglês estão a decorrer e Enzo já aceitou a proposta do clube inglês. Os constrangimentos financeiros do Chelsea para cumprir o fair-play financeiro impedem-no de pagar a transferência numa única tranche como pretendia o Benfica, e isso pode atrasar o anúncio da contratação do médio argentino. A única certeza que neste momento existe é que o jogador foi passar a passagem de ano à Argentina e faltou aos dois treinos de ontem. 

As exibições de Gonçalo Ramos no mundial e o hat-trick à Suíça colocaram o jogador no radar do Manchester United, que procura um avançado depois da saída de Ronaldo. A cláusula de rescisão de 120 milhões de euros pode mantê-lo na Luz. O guarda-redes do FC Porto, Diogo Costa, renovou recentemente o contrato até 2027 e aumentou a cláusula de rescisão para 75 milhões de euros, nada que retire o interesse do Manchester United, que deve deixar cair David de Gea e encontrar um jovem com futuro como é o caso do guarda-redes português. As exibições de João Félix no Mundial deram-lhe nova vida. O Atlético de Madrid está disponível a vender o jogador por 100 milhões de euros ou a emprestá-lo até final da época, surgindo o Arsenal como uma forte possibilidade para compensar a ausência por lesão de Gabriel Jesus. Embora tenha contrato com o Sporting até junho de 2025 e uma cláusula de rescisão de 45 milhões, Pedro Porro está a ser acompanhado pelo Tottenham e a imprensa inglesa avança que os Spurs querem fechar a contratação até ao final desta semana, embora o Manchester City tenha direito de preferência numa eventual transferência. Segundo o Transfermarkt, há 107 jogadores que atuam na liga portuguesa que terminam contrato no final da época e podem já renovar ou mudar de clube. O FC Porto tem três jogadores nessa situação, o capitão Pepe, o médio Uribe e o defesa central Marcano. No Benfica, Grimaldo tem pouca vontade de renovar e pode rumar ao Dortmund, enquanto Raphael Guerreiro pode fazer o percurso inverso e ser o novo defesa esquerdo dos encarnados. Otamendi termina a ligação ao Benfica no final desta temporada e o River Plate chama por ele. Do lado do Sporting, o defesa central Luís Neto termina contrato no final de junho e está livre.

Os comentários estão desactivados.