Desporto

Dani Alves. Encontrados vestígios de sémen na casa de banho onde violação terá ocorrido

O crime terá ocorrido no passado dia 30 de dezembro, numa discoteca em Barcelona.


As autoridades recolheram "vestígios de sémen" da casa de banho onde a mulher que alega ter sido violada por Dani Alves disse que os factos aconteceram. 

O crime de que o jogador de futebol está acusado terá ocorrido no passado dia 30 de dezembro, numa discoteca em Barcelona e agora a Unidade Central de Agressões Sexuais Mossos d'Esquadra (a polícia catalã) tem em sua posse diversas provas que apontam Dani Alves como culpado de um crime de violação sexual.

Segundo informações esta quarta-feira avançadas pelo jornal espanhol El Mundo, uma das provas mais incriminatórias são os vestígios de sémen encontrados naquela casa de banho. 

As autoridades encontram-se a aguardar que o Tribunal de Instrução ordene a recolha de ADN ao internacional brasileiro para perceber se existe correspondência genética. 

Esta seria a única prova física dos factos uma vez que o relatório médico encontrou "poucos rastos biológicos" nos exames efetuados. 

No primeiro relato feito às autoridades, a queixosa disse ter visto "uma mancha no chão" após o sucedido: "Não posso dizer a 100% que fosse sémen, mas entendi que sim, que ele já teria terminado".

Os comentários estão desactivados.