Lacerda Sales diz que relatório iliba deputados da CPI à TAP das fugas de informação

“Fica provada a ausência de responsabilidade de deputados, assessores e técnicos que fazem parte desta comissão de inquérito”, garantiu o ex-secretário de Estado.

Lacerda Sales diz que relatório iliba deputados da CPI à TAP das fugas de informação

O presidente da comissão parlamentar de inquérito à TAP anunciou, esta quinta-feira, que "ficou provada a ausência de responsabilidade de deputados, assessores e técnicos".

"Não ficou provado que a divulgação tenha ocorrido após a sua entrada na Assembleia da República, que tenha sido feita por pessoas que têm acesso aos documentos no quadro do funcionamento da comissão parlamentar de inquérito", afirmou António Lacerda Sales.

A informação foi revelada pelo presidente da CPI à TAP numa declaração, no Parlamento, sobre as "conclusões do processo de inquérito ordenado pelo senhor presidente da Assembleia da República relativo às fugas de informação" no inquérito parlamentar à TAP.

Lacerda Sales fez ainda questão de elogiar o trabalho da deputada Alexandra Leitão, que coordenou a elaboração do relatório enquanto presidente da Comissão de Transparência no Parlamento, dizendo o seu trabalho garantiu a "salvaguarda do prestígio deste órgão de soberania".