Economia

Lufthansa volta a estar em greve

Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa vão estar novamente em greve, entre segunda e terça-feira, segundo uma convocatória do sindicato Cockpit, que prevê perturbações nos voos de todo o país.

Com início marcado para as 11:00 locais (12:00 de Lisboa), a paralisação continuará por todo o dia de terça-feira e vai afetar os voos que se realizem com os aparelhos Airbus 320-Family, Boeing 737 e Embraer, segundo o sindicato.

Esta convocatória surge após a greve de 12 horas registada na passada quinta-feira pelos pilotos da Germanwings, a filial de voos de baixo custo da Lufthansa, e será a oitava paralisação dos pilotos da empresa desde abril.

As anteriores greves concentraram-se em alguns dos principais aeroportos alemães e afetaram sobretudo voos nacionais ou trajetos europeus.

Os pilotos estão contra as alterações no regime de reformas antecipadas que as administrações da Lufthansa e das suas filiais, Germanwings e Lufthansa Cargo, começaram a negociar com os sindicatos em março.

Desde abril que a Lufthansa e a Germanwings cancelaram cerca de 5.000 voos devido a greves, o que terá afetado mais de meio milhão de passageiros.

Lusa / SOL