VarandadoChiado

A ferros

A Praça Luís de Camões, ou Largo Camões, no Bairro Alto, em Lisboa, tem uma armadilha em que muito pouca gente repara, para além daqueles – e calcula-se que não sejam assim tão poucos – que nela já tropeçaram: mesmo no fim do passeio que rodeia a estátua do poeta, há um conjunto de três grandes e salientes parafusos que obviamente já serviram de fixação para qualquer coisa, mas que hoje sustentam coisa nenhuma a não ser um perigo para os transeuntes.

e já faz tempo que, por isso mesmo, alguém, provável vítima, escreveu no chão mensagem de alerta e apelo ao presidente da câmara: «mande cortar estes ferros para ninguém cair». a mensagem já está um pouco gasta, mas, com tanto tropeção, era bom que ao menos ela não caísse... em saco roto.