Politica

Marques Mendes arrasa Passos. "É um monumental tiro no pé"

Ex-líder faz duras críticas à decisão do PSD sobre a descida da TSU para as empresas

Marques Mendes considera que a decisão do PSD de votar contra a descida da Taxa Social Única (TSU) para as empresas é "incompreensível " e "um monumental tiro no pé".

O ex-líder do PSD fez duras críticas a Passos Coelho, no seu habitual comentário na SIC, por ter decidido travar a descida da TSU para as empresas e alertou que este é "o maior erro de Passos Coelho desde que está na oposição",.

O social-democrata lembrou que o PSD foi um "grande defensor" da descida da TSU quando estava no governo e, mesmo quando já existia "a geringonça", absteve-se na votação de um projecto de resolução do PCP para acabar com o desconto na TSU para as empresas. O debate foi em abril de 2016 e o diploma foi chumbado com os votos contra do PS e do CDS e a abstenção dos sociais-democratas. "Há aqui uma incoerência de todo o tamanho. Era uma situação igual a esta. Como é que o PSD explica que mudou de opinião no espaço de oito meses?".

Marques Mendes defendeu que a posição do PSD revela "uma grande incoerência" e "aos olhos das pessoas parece que o PSD de Passos Coelho é um catavento". 

O ex-líder do partido considerou ainda que Passos Coelho "criou a imagem de um político responsável e com sentido de Estado e está a perdê-la".