Politica

Marco Almeida escolhe Capucho, PSD escolhe Rodrigues

Ontem o PSD indicou António Rodrigues como cabeça de lista à Assembleia Municipal sintrense.

Marco Almeida, o candidato independente apoiado pelo PSD, anunciou o social-democrata expulso António Capucho como candidato à Assembleia Municipal de Sintra. Mas ontem o PSD indicou António Rodrigues como cabeça de lista à Assembleia Municipal sintrense.

Em comunicado a comissão política concelhia de Sintra anunciou “no âmbito das suas competências, a indicação do nome de António Costa Rodrigues, como cabeça de lista à Assembleia Municipal de Sintra, para as eleições autárquicas de 2017”.

António Rodrigues, que foi líder de bancada do PSD na assembleia municipal, no tempo em que Fernando Seara era presidente, foi vice-presidente do grupo parlamentar do PSD, durante o Governo de Pedro Passos Coelho, e é militante em Sintra.

O seu nome foi aprovado por unanimidade pela estrutura local, depois de ter causado desconforto a indicação de Capucho por Marco Almeida. É que António Capucho é um dos principais críticos de Passos e foi mesmo expulso do partido precisamente por ter sido candidato independente à Assembleia Municipal de Sintra à revelia do PSD.

De resto, também nessa altura era o candidato à Assembleia Municipal de Marco Almeida, que saiu do partido para concorrer contra o social-democrata indicado por Passos, Pedro Pinto.

A Câmara de Sintra foi parar às mãos de Basílio Horta, apoiado pelo PS, mas por poucos votos. E os bons resultados de Marco Almeida foram suficientes para o PSD decidir agora apoiá-lo. Mas o clima parece longe de ter serenado entre militantes e independente.

De resto, Marco Almeida já deixou claro à Lusa que não abre mão de Capucho.

“Isto serão listas conjuntas e será respeitado o resultado eleitoral de 2013 ao nível das diferentes formações que vão integrar esta candidatura conjunta. Portanto, o PSD está a indicar os primeiros nomes do partido, não da candidatura, como é óbvio, porque essas decido eu”, afirmou à Lusa Marco Almeida.

“O PSD aprovou o primeiro nome do PSD a integrar a lista de candidatura, que não altera nada relativamente ao que disse no passado, o candidato está escolhido para a Assembleia Municipal e, portanto, estou tranquilo”, reforçou Marco Almeida.