LifeStyle

Vai alugar casa nas férias? A DECO deixa um alerta

Se está a pensar arrendar uma casa nas férias, tenha atenção a este problema

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) deixa um alerta a todos os portugueses que tencionam alugar casas nas férias: cuidado com as burlas relacionadas com arrendamento de casas de férias, sobretudo na Internet.

"Todos os anos no verão recebemos dezenas de queixas relacionadas com burlas no arrendamento de casas de férias. Não temos números ao certo, porque estas situações não configuram uma relação de consumo. Muitas vezes é um arrendamento feito entre o consumidor e um particular, não há uma relação com um profissional", disse Ingride Pereira, jurista do gabinete de apoio ao consumidor da Deco, à agência Lusa.

De acordo com a jurista, a maior parte das queixas apresentadas estão relacionadas com o facto de o consumidor arrendar uma casa e esta não existir ou não corresponder ao que era divulgado no anúncio.

Por isso, a Deco deixa alguns conselhos a quem está a pensar arranjar casa para as férias:

- desconfiar de anúncios nas redes sociais ou sites que não são conhecidos;

- desconfiar de preços muito baixos

- fazer sempre uma pesquisa em vários sites: “às vezes a mesma casa aparece em várias plataformas com vários preços”, explica a jurista

- perceber se é um particular ou uma empresa que está a arrendar a casa: “se surgir algum problema a empresa tem mais obrigações"

- em caso de dúvida, pedir elementos sobre o imóvel ao senhorio, como a certidão do registo predial

- antes de fazer o pagamento, ver na internet se existem testemunhos relacionados com aquele imóvel e se envolvem burlas

- Se possível, contactar o condomínio para ter a certeza de que a pessoa com quem falou é mesmo dono da casa