LifeStyle

Sentir o cheiro das pessoas de quem se gosta pode reduzir stress

Estudo da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, faz revelação


Um estudo realizado pela Universidade de Colúmbia Britânica, no Canadá, e publicado na revista académica “Personality and Social Psychology”, revela que as mulheres se sentem mais calmas após sentirem o cheiro do seu parceiro, seja numa peça de roupa ou noutro objeto qualquer, ficando menos tensas e stressadas.

“Muitas pessoas usam a camisa do parceiro ou dormem do outro lado da cama quando o parceiro está fora, mas podem nem perceber porque adotam esses comportamentos”, revela a principal autora deste estudo, Marlise Hofer, adiantando ainda que “ as nossas descobertas sugerem que o odor de um parceiro, mesmo sem a sua presença física, pode ser um instrumento poderoso para ajudar a reduzir o stress”.

Para a realização deste estudo, os investigadores analisaram 96 casais. A análise passou por dar aos homens camisolas lavadas com a informação de que teriam de as utilizar durante 24 horas, sem qualquer perfume, e evitar alimentos com cheiros mais fortes e tabaco, de forma a não afetar o odor original.

Para que o cheiro se mantivesse, as camisolas foram congeladas.

Já as mulheres apenas foram ‘convidadas’ a cheirar uma camisola aleatória (de um estranho ou do companheiro), que podia nem sequer ter sido utilizada, e foram submetidas a ambientes de stress, responderam a várias questões e deram aos cientistas amostras das suas salivas, com o objetivo de medir os níveis de cortisol – hormona desenvolvida em função/resposta do stress.

O estudo concluiu então que as mulheres que cheiraram a camisola dos seus companheiros estavam menos stressadas, tanto antes como depois do teste.

As mulheres que cheiraram o odor de um estranho apresentaram níveis mais elevados de cortisol.

 

Os comentários estão desactivados.