Sociedade

Pedrógão. Ministério Público abre inquérito sobre irregularidades na reconstrução de casas

Procuradoria-Geral da República confirmou a existência do inquérito

Foi aberto um inquérito pelo Ministério Público sobre as irregularidades na reconstrução das casas destruídas pelo incêndio de Pedrógão Grande.

“Confirma-se a existência de inquérito dirigido pelo Ministério Público, a correr termos no DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] de Leiria”, afirmou a Procuradoria-Geral da República à agência Lusa.

Em causa estão as denúncias de utilização indevida dos fundos para a reconstrução das primeiras habitações em casas não prioritárias, denunciado esta quinta-feira pela Revista Visão. Também o Fundo Revita anunciou que vai rever os processos.

Segundo os dados, houve 261 casas de habitação permanente que foram destruídas pelo incêndio que deflagrou a 17 de junho de 2017.