Internacional

Coreia do Sul recebe ilegalmente materiais da Coreia do Norte

Em causa está a possível violação das sanções impostas pela Organização das Nações Unidas

Esta sexta-feira, a Coreia do Sul reportou a entrada ilegal de 35 mil toneladas de ferro e carvão provenientes da Coreia do Norte. Estas importações foram feitas em 2017 e em causa está a possível violação das sanções impostas à Coreia do Sul pela Organização das Nações Unidas para que este país deixasse de importar minerais de Pyongyang.

Este foi o resultado de uma investigação feita pelo Serviço Alfandegário da Coreia do Sul (SACS) e que durou dez meses, dando conta de que este ato terá ocorrido pelo menos sete vezes – entre abril e outubro de 2017 – para cinco portos sul-coreanos.

A SACS deverá avançar com processos contra três empresas nacionais e respetivos responsáveis pelo contrabando e falsificação de documentação, visto que a identificação da origem dos materiais mineiras da Coreia do Norte foram alterados como tendo proveniência na Rússia.

De acordo com o Serviço Alfandegário da Coreia, em causa estão importações no valor de cinco milhões de euros.

A ONU proibiu à Coreia do Sul que fizesse importações de mineiras da Coreia do Norte em agosto de 2017. De acordo com um relatório recente do Conselho de Segurança, a Coreia do Norte está a violar as sanções da ONU no que toca aos embarques clandestinos de petróleo, carvão e armamento.