Sociedade

Governo não faz "parte da decisão" sobre prospeção de petróleo em Aljezur

Recorde-se que, segunda-feira, o Tribunal de Loulé deferiu a providência cautelar da Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) para que a prospeção de petróleo em Aljezur, a partir de setembro, fosse cancelada

Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado da Energia, disse esta terça-feira que não faz “parte da decisão” do Tribunal de Loulé acerca da prospeção de petróleo em Aljezur.

"O tribunal, de forma legitima, tomou uma decisão que enquanto secretário de Estado e [também] o Ministério da Economia não a conhecemos, não somos parte da decisão", afirmou Jorge Seguro Sanches,  de acordo com a Agência Lusa.

Além disto, o secretário de Estado acrescentou ainda que o Governo já anulou as autorizações para prospeção de petróleo no Algarve e em Peniche, à exceção de uma licença na zona da Batalha.

Recorde-se que, segunda-feira, o Tribunal de Loulé deferiu a providência cautelar da Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) para que a prospeção de petróleo em Aljezur, a partir de setembro, fosse cancelada.