Internacional

Trump quer que New York Times identifique autor do texto que o criticou

Depois do jornal ter publicado um texto de um alto funcionário da administração Trump, o presidente quer saber quem é o autor por uma questão de "segurança nacional"

O New York Times publicou esta quarta-feira um texto de opinião em anónimo onde um alto funcionário da Casa Branca afirma que muitos contrariam as políticas de Donald Trump. “Uma coluna cobarde”, acusou o presidente esta quinta-feira, em resposta à publicação.

O autor do artigo afirma que se esforça, juntamente com um amplo grupo de elementos, para anular algumas das políticas que considera mais gravosas avançadas pelo presidente norte-americano.

Agora Trump quer saber quem é. “O chamado ‘funcionário sénior da administração existe na realidade ou é apenas mais uma fonte falsa do fracassado New York Times? Se essa pessoa tem coragem existe, o Times, por uma questão de segurança nacional, devia revelar o seu nome ao governo”, escreveu o presidente no Twitter.

 

Segundo o texto, há "muitos funcionários seniores da sua Administração estão a trabalhar diligentemente, por dentro, para frustrar parte dos seus objetivos e das piores tendências". "Queremos que a Administração tenha êxito e queremos que muitas das políticas tenham eco e que os EUA sejam mais seguros e prósperos", acrescenta. A fonte justifica os seus atos culpando Trump de atuar "em detrimento da saúde da República".

Esta foi a primeira vez que O New York Time publicou uma coluna de opinião em anónimo, justificando que pretende evitar a expulsão da fonte da administração da Casa Branca.

Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca, emitiu um comunicado onde exige ao autor do texto que se “demita”.